Mundo

EUA: Sem-abrigo servem como pontos de acesso à Internet (vídeo)

clarence_hotspot_1A ideia de uma agência publicitária norte-americana até podia ser das melhores. Certo é que a recetividade por parte de muitos foi péssima. Num festival ocorrido no estado do Texas, cerca de 13 sem-abrigo foram ‘equipados’ com pontos de acesso à Internet.

A companhia norte-americana BBH é esta semana um dos destaques um pouco por todos os jornais norte-americanos. Tudo devido a uma campanha publicitária que a empresa decidiu implementar no festival South by Southwest, ou SXSW, que decorreu no estado do Texas.

O objetivo da empresa era fornecer rede e comunicações de qualidade a todos (4G), fossem eles artistas, produtores ou visitantes. Dessa forma, a companhia excluiu a hipótese de instalar pontos de acesso por toda a região e decidiu inovar.

A ideia passou por colocar esses mesmos pontos de acesso nos sem-abrigo. Como se não bastasse, os pobres homens foram ‘obrigados’ a vestir uma t-shirt com a frase ‘Olá, eu sou um ponto de acesso 4G’.

A campanha, por muito que tivesse bons objetivos, visto que haviam donativos para esses mesmos ‘pontos de acesso humanos’, foi desde logo criticada de forma dura um pouco por todos os Estados Unidos. A BBH é naturalmente acusada de insensibilidade e até de racismo.

A companhia norte-americana contradiz, afirmando que tudo não passou de uma forma de fazer caridade e realça o facto dos sem-abrigo terem recebido dinheiro para participarem.

Veja aqui um vídeo sobre a campanha.

Em destaque

Subir