Mundo

“Estou farto da Greta Thunberg. É a Joacine Katar da Escandinávia”, diz Sousa Tavares

No seu espaço de comentário na TVI, nesta segunda-feira, Miguel Sousa Tavares revelou-se “um bocadinho farto” de Greta Thunberg”, a jovem ativista pelo ambiente. O escritor compara-a a Joacine Katar, deputada do Livre.

Durante o seu espaço de comentário na TVI, nesta segunda-feira, Miguel Sousa Tavares manifestou pouca simpatia pelo que considera ser um exagero mediático dado à ativista.

“Cumpre o seu papel… Eu estou um bocadinho farto dela. Acho que ela é a Joacine Katar da Escandinávia. Estou um bocadinho farto da Greta Thunberg”, insistiu.

Para Sousa Tavares, o papel da ativista não produzirá efeito se não houver vontade dos decisores políticos, sobretudo os presidentes de Brasil e EUA.

“Acho que ela não é a parte importante disto. Se ela conseguisse convencer o Trump e o Bolsonaro… Sem os decisores e a vontade de decisão política, não avançamos”, considerou.

A jovem sueca, de 16 anos, desembarcou na manhã de hoje em Lisboa, após atravessar o Atlântico em catamarã, no mesmo dia em que parte para Madrid para participar na cimeira do clima da Organização das Nações Unidas (ONU).

Será recebida junto da Doca de Santo Amaro pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e por jovens ativistas portugueses.

O presidente da comissão parlamentar de Ambiente, o deputado do BE José Maria Cardoso, também irá receber a ativista assim como a deputada Maria Manuel Rola e o vereador na Câmara de Lisboa, Manuel Grilo.

A deputada do Partido Ecologista “Os Verdes” Mariana Silva também anunciou que participará na receção a Thunberg.

Por seu lado, o Presidente da República saudou a chegada da ativista a Lisboa, mas não irá cumprimentar a jovem à Doca de Alcântara por considerar que poderia “ser considerado aproveitamento político”.

Thunberg dá depois no local uma conferência de imprensa. Segundo a organização, vão falar, além de Greta Thunberg, jovens ativistas portugueses, Riley Whitelum, o comandante do “La Vagabonde”, barco no qual fez a travessia de Hampton, Virgínia (Estados Unidos), para Portugal, e Nikki Henderson, membro da tripulação e marinheira profissional.

Greta Thunberg é hoje uma das vozes mais conhecidas na defesa do ambiente e as greves climáticas que iniciou são agora seguidas por milhões de jovens do mundo inteiro.

3364Shares

Mais partilhadas da semana

Subir