Nas Notícias

“Esta crise é a prova definitiva de que a geringonça falhou”

André Ventura apontou a “coligação negativa” denunciada pelo Governo, no caso da reposição do tempo de serviço dos professores, como uma “prova definitiva de que a geringonça falhou”.

Em declarações ao PT Jornal, o líder do Chega, partido em formação que integra a coligação às europeias Basta, apontou o dedo às forças de esquerda que vinham dando apoio parlamentar ao PS, numa “fantochada” agora exposta pela votação no caso dos professores.

“A crise que estamos a viver é a prova que esta coligação de partidos era, na verdade, apenas uma fantochada, um conluio de interesses instalados para afastar a direita do poder”, sustentou.

“Agora, com a proximidade das eleições”, PS, PCP e Bloco de Esquerda “deixam de pensar no país, na governabilidade, e voltam a pensar nos seus interesses eleitoralistas”.

“Nunca houve nenhuma solução de governo, houve apenas uma fachada para evitar e impedir a direita de governar”, denunciou.

A concluir, André Ventura exigiu que os partidos com responsabilidades na geringonça “deixem de fabricar crises e governem”.

“O povo português saberá dar a devida resposta já em maio e outubro”, finalizou, referindo-se às eleições Europeias e Legislativas.

Mais partilhadas da semana

Subir