Motores

Erik Stark ganha última corrida do ano mas Shaun Torrente é campeão de F1 H2 O

Erik Stark não teve rivais no Grande Prémio de Al Sharjah de Motonáutica F1 H2 O, nos Emirados Árabes Unidos, que se disputou este ano, e que consagrou Shaun Torrente como Campeão do Mundo.

O sueco do Team Abu Dhabi fez tudo o que podia para tentar chegar ao título, liderando a corrida largando da ‘pole position’, conseguindo levar a melhor sobre Sami Selio quando o finlandês aproveitou um recomeço da prova para supreender Stark, mas o triunfo não suficiente, já que Torrente foi terceiro nesta última prova.

No final o vencedor reconheceu o mérito ao novo Campeão do Mundo, porque foi mais consistente e soube estar sempre na posição que precisava. Daí ter controlado sempre a distância que o separava de Selio, quarto do final, não se preocupando muito com o facto de Jonas Andersson seguir à sua frente a garantir a segunda posição final.

“Shaun é um piloto muito bom. Fiz a minha corrida e não podia fazer muito mais. Tive alguma falta de sorrte no Abu Dhabi e isso fez a diferença”, desabafou Erik Stark no final.

Atrás do vencedor Andersson redimiu-se dos problemas elétricos que o afetaram na qualificação, mas louvou o Team Amaravati pela recuperação da sua embarcação que resultou numa prova de trás para a frente, em que mesmo assim procurou poupar o motor.

Outro dos pretendentes ao título, Thani Al Qemzi, teve menos sorte, já que na 18ª volta um problema elétrico o forçou ao abandono. O piloto do Emirados Árabes termina o campeonato a 15 pontos do novo Campeão do Mundo, e a 11 de Erik Stark.

Em Al Sharjah o top cinco foi completado por mais um sueco, Erik Edin, que soube aproveitar uma prova em decrescendo por parte de Alex Carella, cuja prova terminou à 21ª volta.

Mais partilhadas da semana

Subir