Nas Redes

Enfermeira ‘recusada’ no Guinness porque não correu de saia

Jessica Andersen, enfermeira britânica que trabalha no Royal London Hospital, tornou-se neste domingo a mulher mais rápida a correr uma maratona num uniforme de enfermeira. Porém, a marca foi ‘recusada’ pelo Guinness, uma vez que a profissional não correu de saia, peça habitualmente associada à profissão.

É um caso que está a gerar polémica e que já forçou a Guinness World Record a reagir. Jessica Andersen bateu este domingo o recorde do mundo para a mulher mais rápida a correr uma maratona de enfermeira, mas viu a marca ser rejeitada.

A empresa não aceitou o registo histórica porque Jessica não correu de saia, peça habitualmente associada à farda de enfermeira, mas sim com o uniforme com que trabalha diariamente no Royal London Hospital.

“É assim que a maratonista mais rápida do mundo vestida num uniforme de enfermeira de facto se parece”, denunciou a própria nas redes sociais.

Entretanto, a Guinness World Record reagiu em comunicado, sublinhando a “necessidade de uma imediata revisão” destes critérios.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Yesterday was incredible!! From having @mayob123 as the best pacer I could wish for, to crossing the line with the man of my dreams @leon_cerrone ❤️ and support from so many wonderful friends all along the way @vonski_ @clairebernwilson @sazzerf @makeitlooknice , lots of friends from @nhsbartshealth plus @daddydarkrdc and the one and only @run.dem.crew I couldn’t have asked for a better day 🙏 Ps. @guinnessworldrecords this is what the fastest female marathon runner in a nurse’s uniform ACTUALLY looks like (3.08.22 ⏰) 📸: @eric_tolentino #rundemcrew #crewlove #marathonislife #trackmafia™ #bartscharity #royallondonhospital #londonmarathon #nurse

Uma publicação partilhada por Jessica Anderson (@janderzzz) a

13Shares

Mais partilhadas da semana

Subir