Nas Notícias

Empresário português acusa Índia de reter meio milhão de máscaras

Pedro Vidal, um empresário do Porto, afirmou que encomendou meio milhão de máscaras em fevereiro, ainda antes de surgir o primeiro caso de covid-19 em Portugal, e ainda aguarda para que sejam… enviadas.

Em entrevista ao jornal Correio da Manhã, o empresário explicou que a Índia decretou um embargo à saída de material médico, pelo que a encomenda do português – já paga – se encontra retida no Aeroporto de Mumbai.

Pedro Vidal salientou ainda que todo o processo burocrático se encontrava concluído, faltando apenas o envio das máscaras, que deveria ter sido realizado no dia 20 de fevereiro.

O embargo foi decretado pela Índia, mas Portugal pouco tem feito para defender os interesses nacionais, no entender do empresário.

Nem o consulado de Portugal na Índia, nem a embaixada responderam aos contactos estabelecidos pelo empresário, de acordo com a denúncia do próprio.

As máscaras, segundo Pedro Vidal, seriam distribuídas por hospitais e lares de idosos.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir