Nas Redes

Elsa Judas publica carta aberta a Bruno: “Não és homem de mandar fazer”

Elsa Judas recorreu às redes sociais para assinalar a saída em liberdade de Bruno de Carvalho. A ex-líder da Comissão Transitória da Mesa da AG do Sporting publicou uma “carta aberta” ao presidente destituído, onde afirma que Bruno não é “homem de mandar fazer”.

A advogada, que já chamou Bruno de Carvalho de “aldrabão” e chegou a avançar com uma queixa-crime contra ele, mudou agora o discurso, mostrando-se “feliz” pela liberdade do ex-presidente.

“Fico muito feliz por ter sido feita, parcialmente, justiça, totalmente só quando este terrível processo for arquivado, em sede de instrução. Não aceito sequer que vás a julgamento. Não és homem de mandar fazer”, começou por escrever.

E prosseguiu.

“Trabalhamos juntos. Sim, tivemos as nossas divergências, sim afastamo-nos, quer por divergências de posição em determinadas matérias relativas ao SCP, quer, sobretudo pelo que mutuamente dissemos intempestiva e publicamente um do outro, tendo ambos, e tu sabes, excedido (ao que não foi alheia a intervenção de um terceiro)”.

Elsa Judas refere, depois, que a saída em liberdade de Bruno de Carvalho representa a vitória de “uma grande batalha, mas não a guerra”.

“Conheço- te. Tens uma alma e um coração puros, mas também impulsivos, que por vezes te cegam, mas quando erras não tens qualquer problema em reconhece-lo. Não és homem de planear ataques, és sim homem de olhos nos olhos enfrentar as pessoas e as situações”, acrescentou.

A terminar, a advogada dirigiu-se a Bruno de Carvalho como “um menino dos papás”, desejando “força, coragem e calma” ao antigo presidente do Sporting.

Bruno de Carvalho, recorde-se, foi detido no passado domingo no âmbito da investigação do ataque à Academia de Alcochete.  Saiu em liberdade esta quinta-feira.

Veja, na íntegra, a carta de Elsa Judas.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir