Motores

Elisabete Jacinto segunda em camiões e quarta na geral do África Eco Race

A portuguesa Elisabete Jacinto, em MAN, terminou hoje na segunda posição dos camiões a primeira etapa da África Eco Race, prova de todo-o-terreno que terminará a 13 de janeiro em Dakar, tendo sido quarta na tabela geral.

A primeira etapa, entre Nador e La Momie, na extensão de 648,68 km, dos quais 90,57 km cronometrados, entre Ameziane e Merada, foram de ‘aquecimento’ para a caravana da África Eco Race, que após a partida simbólica, por mar, do Mónaco, se encontra em Marrocos.

Fotos: AIFA

No total, Elisabete Jacinto, José Marques e Marco Cochinho demoraram 1h01m20s a completar o percurso do dia. Uma primeira jornada sem dificuldades, impondo um bom andamento face aos seus mais diretos adversários, terminando à frente do Tatra do checo Tomas Tomecek, o grande opositor dos portugueses nesta prova.

Neste momento, a equipa Bio-Ritmo está a apenas 1m23s do primeiro posto da categoria camião, ocupado pelo belga Igor Bouwens que compete aos comandos de um IVECO.

Para Elisabete Jacinto, esta foi uma forma muito positiva de iniciar a competição: “A especial era difícil em termos de navegação. Mas nós cumprimos todo o trajeto sem nos enganarmos e conseguimos impor um bom ritmo. Fomos sempre conquistando lugares em relação aos concorrentes que partiram à nossa frente e no final alcançámos uma boa posição”.

“A partida para a etapa foi atrasada porque Marrocos mudou o sistema de entrada no país. Assim, tivemos que realizar as formalidades duas vezes, uma no barco e outra assim que chegámos ao porto, o que atrasou bastante a saída para a competição. No entanto, correu tudo bem e estamos contentes com este primeiro dia de corrida”, contou ainda a piloto do Montijo ao final da primeira especial do Africa Eco Race 2019.

Numa edição que se prevê que exija muito trabalho de navegação, com a introdução de novas pistas, a dupla francesa Dominique Laure/Christopher Crespo, em Optimus MD, acabou por ser a mais rápida, com o tempo de 59.46 minutos, logo seguida do camião Iveco do belga Igor Bouwens, a 11 segundos.

O terceiro lugar da etapa pertenceu à dupla francesa Dominique Housieaux/Arnaud Debron, também num Optimus MD, a 58 segundos do vencedor, tendo o MAN de Elisabete Jacinto/José Marques/Marco Cochinha terminado em quarto, a 1.34 minutos.

Em motas, o triunfo pertenceu ao italiano Alessandro Botturi, em Yamaha, com o tempo de 1:04.42 horas, seguido do norueguês Pal Anders Ullevalseter, em KTM, a 6.09 minutos, e do britânico Richard Kaye, em KTM, a 10.02 minutos.

A segunda etapa do África Eco Race decorre quarta-feira entre La Momie e Foum Zguid, na extensão de 433,89 km, dos quais apenas 2,67 km são de ligação, e irá constituir o primeiro grande teste aos pilotos, com dunas e novas pistas.

214Shares

Mais partilhadas da semana

Subir