Nas Notícias

El Español publica lista do material de guerra roubado dos paióis do Exército Português em Tancos

O jornal El Español divulgou o segredo do Exército Português: a lista completa do material de guerra roubado dos paióis de Tancos. Para além de precisar os equipamentos furtados, a publicação vai ao ponto de referir as quantidades.

O Exército Português tinha admitido o roubo de algum material, como granadas de mão ofensiva e munições de calibre nove milímetros, mas tentou esconder o resto dos pormenores para, alegadamente, não perturbar a investigação sobre o assalto.

Mas o El Español fez o mesmo que os ladrões dos paióis de Tancos e ‘retirou’ a lista completa do material roubado, precisando até as quantidades de cada equipamento que desapareceram.

Foram roubados 450 cartuchos de 9 mm, 22 bobinas de fio para ativação por tração, um disparador de descompressão, 24 disparadores de tração lateral multidimensional inerte, seis granadas de mão de gás lacrimogéneo CS/MOD M7, 10 granadas de mão de gás lacrimogéneo CM Anti-motim M/968, duas  granadas de mão de gás lacrimogéneo Triplex CS, 90 granadas de mão ofensivas M321, 30 granadas de mão ofensivas M962, 30 granadas de mão ofensivas M321, 44 granadas foguete antitanque carro 66 mm com espoleta M4112A1 com lançamento M72A3 –M/986 LAW, 264 unidades de explosivo plástico PE4A, 30 CCD10 (carga de corte), 57 CCD20 (carga de corte), 15 CCD30 (carga de corte), 60 iniciadores IKS e 30,5 lâminas explosivas KSL.

O Exército Português recusou pronunciar-se sobre a notícia do jornal espanhol, quando questionado pela agência Lusa.

Em comunicado, o Exército tinha adiantado que ia instaurar vários processos de averiguações.

7Shares

Mais partilhadas da semana

Subir