Local

Economista português suspeito de desviar milhões para stripper da Playboy

Um economista português está a ser julgado pelo alegado desvio de 1,5 milhões de euros. O homem, de 60 anos, terá entregue dinheiro de clientes a uma conhecida stripper lituana, que foi capa da Playboy, segundo conta o Correio da Manhã.

O economista Mário Pena, de 60 anos, está a ser julgado por abuso de confiança qualificado, fraude fiscal qualificada, falsificação de documentos e corrupção ativa. Também está a ser acusado de ter desviado 1,5 milhões de euros de 43 clientes de Vila Nova de Famalicão a quem prestava serviços de contabilidade.

O dinheiro desviado, que deveria ter sido utilizado no pagamento de impostos das empresas às Finanças, terá servido para sustentar a stripper lituana Erika Santos, que foi capa da revista ‘Playboy’. Erika terá conquistado o coração do réu.

“Cheguei a estar numa reunião com um dos clientes lesados e ele chorou, dizia que a culpa era da máfia lituana e dos investimentos mal feitos. Disse sempre que ia resolver, mas chegou a uma altura em que já não era possível”, contou Paulo Costa, técnico oficial de contas na empresa de contabilidade de Mário Pena, citado pelo Correio da Manhã.

Mais partilhadas da semana

Subir