Motores

“É uma grande sensação” para Neuville ganhar na Argentina pela segunda vez

O segundo triunfo de Thierry Neuville no Rali da Argentina, que também foi a segunda vitória consecutiva do belga da Hyundai no WRC 2019, foi “uma grande sensação”.

Para além de reforçar o comando do Campeonato do Mundo, Neuville foi também decisivo na afirmação da equipa da marca coreana no País das Pampas, com a obtenção da ‘dobradinha’, graças ao segundo lugar de Andreas Mikkelsen.

Assim no seio da formação de Alzenau grande um ambiente festivo, com o líder do WRC a ser o ‘rei’ dessa festa. “É uma grande sensação. O carro estive absolutamente perfeito todo o fim de semana. Foi um resultado fantástico para a equipa, não apenas no rali mas também para toda a gente que trabalhou arduamente na Alemanha”, destacou o belga no final da prova.

Thierry Neuville sublinhou também: “Somamos importantes pontos. Estou muito orgulhoso com o que conseguimos. Senti que fizemos progressos relativamente ao ano passado. Senti-me completamente à vontade no Hyundai i20 Coupé WRC. Pude controlar o andamento e isso foi a chave do sucesso, já que a Argentina é um rali muito difícil”.

“A meteorologia mudou consideravelmente ao longo do fim de semana, e nós conseguimos fazer mesmo assim uma prova perfeita. O nosso carro foi bastante fiável e sólido em percursos demolidores. Depois da Hyundai ter regressado ao WRC isso aconteceu sempre”, acrescentou o líder do ‘Mundial’.

Uma parte do sucesso da Hyundai foi da equipa, pelo que o líder, Andrea Adamo, regista o facto da sua formação comandar também o campeonato de construtores: “Estou particularmente emocionado com esta ‘dobradinha’, porque sei o que damos às nossas duplas para competir”.

“Este foi o fim de semana mais emocional desde que assumi este cargo – talvez devido a algum alinhamento planetário – vimos tanto sucesso da Hyundai Motorsport pelo mundo fora, nomeadamente com o êxito conseguido pelo Gabriele (Tarquini no WTCR) na Hungria. Espero que estes resultados devolvam a todos na Hyundai o esforço que fizeram”, acrescenta Adamo.

Mais partilhadas da semana

Subir