Benfica

E-Toupeira: “Não vi ninguém a negar os emails”, diz Varandas

Frederico Varandas teceu duras críticas a Luís Filipe Vieira a propósito das acusações do processo E-Toupeira, salientando que não viu “ninguém” do Benfica “a negar esse conteúdo”.

“A razão que me levou a dizer o que disse foi o facto de já estar a ser bombardeado de perguntas sobre se me iria sentar ao lado do presidente do Benfica, como é a relação… Para não alimentar mais isto disse o que a minha equipa acha, a nossa visão”, começou por contextualizar o líder leonino. “O que disse reafirmo, mas é importante perceber o que disse: Eu não misturo a instituição Benfica com os seus dirigentes, com o seu presidente. Eu e o Sporting temos o maior respeito pelo Benfica, e até digo que um clube só é realmente grande se tiver um rival, e o Benfica é o nosso histórico rival”.

“Agora eu não misturo a instituição com o seu presidente, e é importante porque tudo o que veio a público nos casos do emails, e estive muito atento, e só vi acusarem quem tinha roubado e divulgado os emails, e não vi ninguém a falar do conteúdo ou a negar esse conteúdo, e isto é grave. Aqui há duas formas de estar, pois ou há falta de coragem ou falta de princípios”, atirou.

Frederico Varandas considerou ainda ser “ridículo” o Benfica não ter sido constituído arguido no processo.

“Na minha opinião é ridículo e não seria possível personalizar tudo num assessor. É ridículo numa estrutura tão bem organizada como o Benfica sempre se intitulou. É a minha opinião”

Sobre as palavras de Luís Filipe Vieira no fim da meia-final da Taça da Liga, o presidente do Sporting salientou que o “VAR é uma excelente notícia para Portugal”, que “ajuda a reduzir” erros, mas que se devem ter “os melhores árbitros possíveis”.

“Eu acho que é uma triste coincidência haver uma suspensão ou uma paragem desse senhor [Fábio Veríssimo] após um presidente de um clube ter dito o que disse. Foi-me garantido que não teve a ver com o que o presidente do Benfica disse”.

Mais partilhadas da semana

Subir