Cultura

Divulgada a causa da morte de George Michael

Já foi divulgada a causa da morte de George Michael, cantor de 53 anos que perdeu a vida no dia de Natal. O agente do cantor britânico, Michael Lippman, revelou à BBC que na origem da morte está “uma falha cardíaca”.

George Michael era uma dos músicos mais ouvidos em época natalícia, em virtude do tema ‘Last Christmas’, que se tornou obrigatório nas rádios mundiais.

Numa ironia do destino, o cantor britânico morre no dia de Natal, aos 53 anos, vítima de uma “falha cardíaca”, segundo revela o seu agente à BBC.

Nas primeiras horas, após o anúncio da morte de George Michael, não foi adiantada a causa; apenas se difundiu a informação de que as autoridades descartavam a hipótese de crime.

“É com grande tristeza que informarmos que o nosso amado filho, irmão e amigo George Michael morreu pacificamente, em sua casa”, revelou uma nota emitida pela família.

Desde então, diversas personalidades do mundo das artes e não só manifestaram dor e surpresa por uma morte inesperada de uma das grandes figuras da música das décadas de 80 e 90.

Andrew Ridfeley, com quem George Michael formou os Wham, utilizou o Twitter para revelar que se sente “destroçado” pela perda de “um querido amigo”.

Não eram conhecidos problemas de saúde, mas do historial clínico do britânico constam alguns episódios de quase morte, sobretudo a pneumonia de 2011.

Em 2015, surgiram rumores de que estaria a recuperar de uma alegada dependência de drogas, mas o cantor desmentiu.

No ano anterior, no entanto, George Michael teve de ser encaminhado para o hospital, depois de perder os sentidos.

Mais partilhadas da semana

Subir