Insólito

Diretor do DN avisa comentador da TVI que ainda está… vivo

Durante uns minutos, Ferreira Fernandes foi dado como morto, durante o ‘Você na TV’. O diretor do DN estava a assistir ao programa e relatou o caso no jornal, prometendo que ainda está vivo.

O incidente ocorreu na passada quinta-feira. O autor da gafe foi António Teixeira, convidado num painel em que participava ainda Quintino Aires.

“Aquele jornalista que já morreu, o Ferreira Fernandes, escreveu um dia…”, disse o inspetor-chefe da Polícia Judiciária.

Manuel Luís Goucha, o apresentador do ‘Você na TV’, foi apanhado de surpresa.

“Mas o Ferreira Fernandes não morreu”, reagiu.

O ‘falecido’, que estava a ver o programa, prestou especial atenção aos momentos que se seguiram.

“Olhei para o psicólogo, que sobre o assunto exibia uma equidistância profissional. Uma pessoa pode estar morta, mas também pode não estar”, escreveu.

“Quintino Aires olhava para um sapato. Sentia-se o psicólogo a matutar: estará morto o Fernandes Ferreira? Já o inspetor-chefe da PJ estava um bocado abalado: ‘Eu gostava do que ele escrevia…’ Aí, o Goucha rematou: ‘O Ferreira Fernandes não morreu!’ e fechou o iPad”.

No artigo para o DN, do qual é diretor, Ferreira Fernandes brincou com o seu ‘assassinato’.

“O polícia ficou contente, genuinamente contente. Pudera, não sei como ele ia passar o auto, sem corpo, nem motivações e, pelo que conheço do meu amigo, não lhe iam arrancar uma confissão facilmente”, gracejou.

A concluir, o ‘falecido’ deixou uma promessa: “Da próxima vez que eu vir o Ferreira Fernandes, dou-lhe um abraço comovido”.

Mais partilhadas da semana

Subir