Motociclismo

Diogo Ventura conclui época de enduro com o título

Diogo Ventura alcançou os objetivos com que se deslocou à derradeira prova do Campeonato Nacional de Enduro; garantir o título.

Aos comandos da sua Honda CRF 300X o piloto de Góis venceu também a sua classe, numa época marcada por um só abandono. A partir daí não mais desistiu e venceu os quatro derradeiros dias de competição do ano que enfrentou.

Depois de um primeiro dia mais confortável na luta pelo primeiro lugar final, a segunda jornada revelou-se mais ‘trabalhosa’ e foi na derradeira especial que Diogo Ventura se conseguiu colocar na frente da concorrência.

“Encaixei muito bem a corrida desde o primeiro momento do dia de abertura. Ataquei desde o arranque o no final das duas primeiras voltas tinha uma vantagem que me permitiu gerir e fechar com mais uma vitória”, começou por dizer o piloto da Alves Bandeira após a prova marcoense.

Diogo Ventura considerou a segunda jornada mais difícil: “No segundo dia foi mais complicado, pois com a chuva foi difícil abrir as especiais, devido aos regos terem ficado cheios de água, e tentei não cometer erros que pudesse estragar o campeonato. Ganhei na derradeira especial e cumpri o objetivo delineado”.

Para além de dedicar o título à sua equipa e a todos os que o apoiaram, o piloto de Góis não esqueceu que esta prova foi marcada pelo falecimento de um piloto devido a doença súbita. “Lamento e deixo as mais sentidas condolências à família. Foi um ‘balde de água fria’ o momento em que recebemos a notícia. É algo que nunca queremos que aconteça”.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir