Nas Notícias

Dezasseis líderes europeus confirmados para reunião sobre migrações

Pelo menos 16 líderes da União Europeia (UE) vão participar, no domingo, na reunião informal convocada pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, para debater o problema das migrações, na agenda do Conselho Europeu da próxima semana.

“O processo começou com oito países e agora mais oito confirmaram a presença (Bélgica, Holanda, Croácia, Eslovénia, Dinamarca, Finlândia, Suécia e Luxemburgo), o que significa que atualmente são 16”, disse à Lusa fonte comunitária.

Na quarta-feira, Juncker anunciou estar “a organizar uma reunião de trabalho informal sobre questões de migração e asilo, a realizar em Bruxelas, no domingo, a fim de trabalhar com um grupo de chefes de Estado ou de Governo de Estados-membros interessados em encontrar soluções europeias, em antecipação da próxima reunião do Conselho Europeu”.

Os oito países iniciais são Grécia, Itália, Espanha, França, Alemanha, Malta, Bulgária (que ocupa a presidência semestral da UE até final do mês) e Áustria (que assume a presidência do Conselho da UE entre julho e dezembro)

Na sua conta da rede social Twitter, Juncker identificou os chefes dos governos grego, Alexis Tsipras, italiano, Giuseppe Conte, búlgaro, Boyko Borissov, maltês, Joseph Muscat, o chanceler austríaco, Sebastian Kurz (país que assume a próxima presidência semestral da UE), o Presidente francês, Emmanuel Macron, o porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel, e a conta da presidência do Governo espanhol.

O tema das migrações domina a agenda do Conselho Europeu nos dias 28 e 29 e divide os Estados-membros, nomeadamente no que respeita às regras para acolhimento de refugiados e concessão de asilo.

Em destaque

Subir