Nas Notícias

Deutsche Bank com perdas no 2.º trimestre devido a custos do corte de 18.000 empregos

O Deutsche Bank, maior banco privado da Alemanha, anunciou hoje que registou prejuízos de 3.190 milhões de euros no segundo trimestre devido aos custos provocados pela redução de 18.000 postos de trabalho.

O Deutsche Bank informou que os custos da redução de postos de trabalho atingiram os 3.400 milhões de euros, mais do que o esperado.

No segundo trimestre de 2018, o Deutsche Bank tinha obtido um resultado líquido de 361 milhões de euros.

O Deutsche Bank sofreu no primeiro semestre perdas líquidas de 3.012 milhões de euros, contra lucros de 481 milhões de euros no mesmo período de 2018.

O presidente da entidade, Christian Sewing, disse que “uma parte substancial dos custos de reestruturação já está assimilada no segundo trimestre”.

Excluindo os custos da reestruturação, o banco teria sido rentável e nos negócios mais estáveis as receitas mantiveram-se ou cresceram, adiantou o presidente.

Isto e a sólida posição de capital e liquidez dá ao Deutsche Bank uma base firme para o crescimento, segundo o presidente.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir