Nas Redes

Destroços do helicóptero do INEM originam brincadeira com falso anúncio na OLX

Um falso anúncio onde um utilizador se propunha vender “peças” e “destroços” do helicóptero do INEM, que se despenhou em Valongo, envolveu a OLX, que denuncia a brincadeira. “O anúncio em questão é falso e nunca esteve online no OLX, além de que o anúncio inclui detalhes que não são opções possíveis de incluir no OLX, como é o caso da marca e modelo do helicóptero”, revela a plataforma, em comunicado.

“Vendo várias peças do helicóptero do INEM que caiu em Valongo. Bocados de hélice, vidro, logótipo do INEM, etc”, podia ler-se, numa simulação de um anúncio, partilhada nas redes sociais, mostrava a foto de uma peça do helicóptero (uma imagem amplamente divulgada pela imprensa) com alguns detalhes sórdidos, desde o preço (115 euros, numa alusão ao antigo número de emergências).

De acordo com a imagem partilhada nas redes, data em que surgiram notícias de que alguns populares estavam a recolher peças do aparelho, o anúncio foi publicado na plataforma de vendas online, mas a OLX garante que a imagem é falsa.

“O anúncio em questão é falso e nunca esteve online no OLX, além de que o anúncio inclui detalhes que não são opções possíveis de incluir no OLX, como é o caso da marca e modelo do helicóptero”, revela a plataforma, em comunicado.

A queda de um helicóptero do INEM, ao final da tarde de sábado, no concelho de Valongo, distrito do Porto, causou a morte aos quatro ocupantes.

A bordo do aparelho seguiam dois pilotos e uma equipa médica, composta por médico e enfermeira.

Os destroços do helicóptero ficaram espalhados na zona da serra onde o aparelho caiu e alguns populares recolheram peças, fundamentais para a investigação ao acidente.

Veja a imagem do falso anúncio, uma brincadeira de mau gosto que se disseminou nas redes:

Mais partilhadas da semana

Subir