Nas Notícias

Despesa corrente em saúde registou em 2018 o maior crescimento em 10 anos

A despesa corrente em saúde aumentou 5,1 por cento em 2018, sendo superior à variação nominal do PIB, segundo indicadores divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Trata-se do crescimento mais elevado da despesa corrente em saúde desde 2008, segundo a Conta Satélite da Saúde do INE.

Os resultados preliminares da despesa corrente em saúde de 2018 mostram um aumento da despesa pública de 5,3 por cento e privada de 4,6 por cento.

Em 2017, a despesa corrente em saúde tinha aumentado 3,6 por cento, que significava menos 0,9 pontos percentuais do que no ano anterior.

Para 2018, o INE estima que a despesa corrente tenha sido de 18.345,1 milhões de euros, representando 9,1 por cento do PIB, “refletindo o crescimento mais elevado desde 2008”.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir