Motores

Desafio Mazda só no ‘Nacional’ de TT

Foram conhecidos os detalhes da nova época uma das competições monomarca que mais animam o Campeonato Nacional de Todo-o-terreno; o Desafio Total/Mazda.

Serão seis as provas que constam do calendário deste ano, garantindo um grande grau de competitividade, à imagem do que sucedeu nas dez temporadas anteriores, pois, como salientam o responsável máximo pela marca em Portugal, tem sido uma iniciativa “sem paralelo” no TT nacional.

José Santos explica ainda que depois de uma década, foi decidido “redefinir a estrura” da competição, “passando este ano a abranger as seis provas do Campeonato Nacional de Todo-o-terreno. Isso significa abdicar de Fronteira, prova pela qual” continuará “a ter um grande carinho” e à qual agradece “o apoio dado ao longo destes 10 anos”.

O Desafio Total/Mazda irá assim arrancar em março, com a Baja do Pinhal, seguindo-se um mês depois a Baja de Loulé. A terceira prova é a Baja TT Capital dos Vinhos de Portugal, em Reguengos de Monsaraz, após a qual disputa a Baja TT GAS em Gondomar. Depois da pausa para verão disputa-se a Baja de Idanha-a-Nova para a temporada se encerrar na Baja Portalegre 500.

A competição tem o seu regulamento já aprovado pela Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting, permitindo pela primeira vez que pilotos e navegadores contem com o mesmo númeto de provas pontuáveis, devendo participar num mínimo de quatro das seis provas inscritas no calendário.

Os Mazda Proto são novamente dotados de um kit de carroçaria com formas semelhantes aos do SUV CX-5, marcando pontos sempre que terminarem no top dez de cada baja – 25, 18 e 15. Mantem-se também o valor dos prémios, que ronda um valor total de 53.500 euros, bem como as taças e os prémios Prestígio, que premeiam o melhor concessionário envolvido e o melhor preparador.

Fotos: AIFA

Mais partilhadas da semana

Subir