Nacional

David e Mickael Carreira negam cobrança de autógrafos, TV7 Dias insiste na notícia

A notícia fez capa da TV7 Dias e dava conta de uma alegada cobrança de autógrafos, por parte de David Carreira e Mickael Carreira. A Regi-Concerto, agência dos artistas, desmente, mas a revista insiste na veracidade dessa prática.

Há uma ‘guerra’ de comunicados, via-Facebook, sobre a alegada cobrança de autógrafos, que a TV7 Dias noticia. A Regi-Concerto nega, numa nota publicada ontem, a revista insiste na notícia.

Na capa da revista pode ler-se que os filhos de Tony Carreira estão a ser “atacados” pelos fãs, que os acusam de ter perdido a humildade. Em causa, alegadas exigências, das quais se destaca uma cobrança por autógrafos.

Perante esta notícia, agência dos artistas, Regi-Concerto, garante que as sessões de autógrafos são “gratuitas e de livre acesso”, assim como as fotografias tiradas pelos fãs ao lado dos irmãos Carreira.

“ Nunca ninguém teve ou terá de pagar nada para tirar uma foto, ou ter um autógrafo dos artistas”.

A agência explica como se processam as sessões de autógrafo, normalmente marcadas por uma “enorme afluência de público muitas vezes infantil”.

“Por forma a agilizar a sessão e com isso reduzir as horas de espera, foi contratado por nós Regi-Concerto um fotógrafo que realiza o registo de toda a sessão e que posteriormente a publica no Facebook Oficial do artista, com acesso totalmente gratuito e livre”.

Quem não concorda com esta publicação e expõe a sua discordância,

Pode “tirar uma foto com a sua máquina pessoal”.

A agência assume ainda que em todos os concertos há uma banca com vendas de produtos oficiais – como CD’s, t-shirts, entre outros. “Em casos pontuais, o artista assina produtos que não fazem parte do seu merchandising oficial”, assinala o mesmo comunicado. .

A Regi-Concerto garante ainda que, “ao contrário do que escreve a TV7 Dias, não foi enviado qualquer e-mail com questões sobre este assunto”.

“É de lamentar este tipo de ‘notícia’, que só pretende denegrir a imagem de quem muito trabalha todos os dias”, conclui a nota.

Depois de ter acesso a esta informação, a revista reagiu, igualmente no Facebook.

“É cada vez mais banal desmentir toda e qualquer notícia publicada na imprensa sempre que a mesma não agrada aos visados, mesmo estes estando cientes da veracidade das mesmas. A Imprensa é, hoje em dia, um alvo fácil, mas a TV 7 Dias não compactua com este constante descrédito e intuito de denegrir o jornalismo que aqui se faz, o qual, embora seja apelidado de ‘cor de rosa’, é feito com seriedade”, começa por escrever.

A TV7 Dias garante que uma fonte confirmou esta alegada cobrança.

“Inúmeros fãs garantem o contrário nas páginas oficias dos próprios artistas – basta ir ver. E à TV 7 Dias uma fonte identificada conta que quando se mostrou indignada e disse que não autorizava a publicação da imagem, não lhe foi autorizado que captasse o momento com a sua própria máquina, ouvindo da produção: ‘São as regras!’”.

A revista publica ainda um print de um email alegadamente enviado à Regi-Concerto, a pedir esclarecimentos.

E por falar em esclarecimentos, o leitor acaba por ficar mais confuso, com um comunicado que desmente informação e outro comunicado que nega o anterior.

Veja as duas versões.

Mais partilhadas da semana

Subir