Fórmula 1

Daniel Ricciardo zangado com Kevin Magnussen

Daniel Ricciardo está furioso com Kevin Magnussen pelo seu comportamento no Grande Prémio da Hungria e indignado pelo facto da Federação Internacional do Automóvel (FIA) apenas ter feito um aviso ao dinamarquês da Haas.

Magnusen fez uma série de manobras defensivas que o australiano considera irem contra o regulamento, porque uma vez mudada a trajetória uma vez o piloto que segue à frente de outro não pode fazer outra mudança.

Para Ricciardo o piloto do Haas # 20 não cumpriu o protocolo e deveria ter sido punido para além do simples aviso feito pelo diretor da corrida, Michael Masi. O australiano da Renault diz que até contemporizou com a situação esperando que o responsável da FIA atuasse.

“Não quero ser o tipo que faz isso de imediato. Pensei em deixá-lo (Magnussen) ser agressivo durante algum tempo. Mas ele mudou a trajetória várias vezes. Quando me comprometi com o interior ele já estava a travar e a ‘apertar’ o máximo que podia. Eu então eu tive que dizer algo. Para mim ele mexeu-se na travagem. E isso é disso que não gosto”, explica Ricciardo.

O piloto de Perth diz que só não foi falar com Kevin Magnussen porque a equipa o ‘travou’: “Eu até estava disposto a ir, mas foi aconselhado a respirar fundo algumas vezes e deixá-lo em paz. Ok, é corrida, mas certamente outros pilotos pensam da mesma forma e falam com os comissários. Uma coisa é certa; ele mudou de trajetória mais de duas vezes. Eu soube que ele recebeu um aviso, mas isso não é suficiente”.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir