Economia

Custos da construção de habitação nova sobem 1,6 por cento em junho

Os custos de construção de habitação nova subiram 1,6 por cento em junho face ao período homólogo de 2017, aumentando também ligeiramente, em 0,1 pontos percentuais, relativamente a maio deste ano, anunciou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Segundo o INE, “a ligeira aceleração homóloga dos custos de construção foi determinada pela subida de 0,4 pontos percentuais da taxa de variação do índice de Materiais, que se fixou em 1,5 por cento em junho”.

Por seu lado, “o índice referente ao custo de Mão-de-Obra registou uma taxa de 1,7 por cento” neste mês.

No que toca às variações homólogas dos índices para Apartamentos e Moradias foram de 1,5 por cento e 1,6 por cento, respetivamente.

De acordo com INE, também o índice de preços de manutenção e reparação regular da habitação teve um ligeiro crescimento homólogo em junho, de 1,3 por cento.

Dentro deste índice, a componente dos produtos aumentou 0,1 por cento face ao mesmo mês do ano passado.

Em termos mensais, o índice de preços de manutenção e reparação regular da habitação foi inferior em 0,5 pontos percentuais ao registado em maio deste ano.

Ainda no âmbito deste índice, e no que toca às regiões, o INE adianta que, em junho, as regiões do Centro (1,7 por cento) e Norte (2,0 por cento) foram aquelas que apresentaram taxas de variação homóloga iguais ou superiores à observada para a média do Continente (1,3 por cento).

Mais partilhadas da semana

Subir