Desporto

“A culpa é da inércia das entidades que tutelam”, acusa Bruno de Carvalho

Bruno de Carvalho acaba de responsabilizar as autoridades pelas agressões desta tarde em Alcochete, apontando o dedo ao secretário de Estado do Desporto.

Começando por destacar a “inércia das entidades que tutelam”, o presidente do Sporting aludiu a anteriores casos de violência, envolvendo adeptos de outros clubes, para responsabilizar  o Governo.

“Vamos deixando as pessoas andar e acontecem situações destas”, insinuou.

“A tutela não pode deixar de assumir as suas responsabilidades, porque tem-nas e muito. Transmiti isso ao secretário de Estado do Desporto”, continuou o presidente leonino.

De rajada, Bruno de Carvalho aludiu às declarações de João Paulo Rebelo, cerca de hora e meia antes.

“Gostei de o ver firme e erguido a dizer que ia tomar medidas, gostava era de saber quais são”, ironiou.

O dirigente fez ainda questão de salientar que “o Sporting é o único clube em Portugal que tem adeptos impedidos de ir ao estádio, com a ajuda do tribunal, e foi por iniciativa desta direção”.

Nas declarações, que prestou para o canal do clube, Bruno de Carvalho deixou ainda uma mensagem aos adeptos leoninos.

“Espero que não se deixem intoxicar tanto pela comunicação social. Desde ontem que tem sido uma sucessão de acontecimentos absolutamente terríveis”, afirmou.

“Nunca uma direção sofreu um ataque combinado tão cerrado”, concluiu Bruno de Carvalho.

Mais partilhadas da semana

Subir