Insólito

Criticou sopa feita pela mulher e quase morreu de fome

yuri_siberia_1Se tem alguém que costuma cozinhar para si, leia esta história até ao fim e lembre-se, nunca critique o que é feito pelos outros com o maior dos gostos. Após barafustar com a mulher devido à sopa estar fria, um russo quase morreu à fome.

Aconteceu na região gelada russa da Sibéria. Yuri Ticuic, de 69 anos, chegava a casa de um dia de trabalho e à sua espera tinha uma sopa cozinhada pela sua mulher.

O homem levou a primeira colher à boca e desde logo começou a discussão. A sopa estava fria, algo que para Yuri era inconcebível. Para se acalmar, o russo decidiu ir dar uma volta pela floresta… e perdeu-se.

Durante semanas o homem procurou o caminho de volta, mas acabou ‘preso’ num labirinto de vegetação. Como alimento, Yuri foi comendo folhas de árvores, tentando, sobretudo à noite, proteger-se das temperaturas abaixo de zero que se fazem sentir naquela região.

Ao fim de um mês foi encontrado por um grupo de agricultores, que o transportaram desde logo para o hospital.

Agora internado, Yuri está em risco de perder as duas pernas, devido às condições extremas por que passou.

Quanto à sopa, Yuri é claro: “Aconteça o que acontecer, nunca mais vou criticar a comida que a minha mulher faz”, afirma.

Mais partilhadas da semana

Subir