Nas Notícias

Criança rasga raspadinha premiada e pai fica sem o prémio em Cantanhede

Da euforia à desilusão foi… ‘um pequeno rasgão’. Que o diga a família Fernandes de Cantanhede que viu o filho de 3 anos rasgar uma raspadinha premiada que acabou por impedir que os pais recebessem cinco mil euros, contra o Correio da Manhã.

Emigrante português em França, Ricardo Fernandes estava de férias em Granja, Cantanhede, quando decidiu tentar a sorte numa raspadinha.

E para sua euforia, e da família, o boletim tinha um prémio de cinco mil euros.

Na equação do prémio não era, contudo, esperado um dado extra que se viria a revelar um verdadeiro pesadelo.

O filho de Ricardo Fernandes, de 3 anos, rasgou a raspadinha e abriu um problema aos pais que tentaram que o boletim fosse na mesma premiado.

Porém, a Santa Casa da Misericórdia negou entregar o prémio.

“Encontrava-se danificado, não reunindo os requisitos necessários para o pagamento do prémio, tal como consta do regulamento do próprio jogo”, explica a instituição, ao Correio da Manhã.

Comprada no último dia de 2018, a raspadinha tinha um prémio de cinco mil euros.

Feliz da vida, Ricardo Fernandes estava a fotografar o boletim premiado quando a criança lhe rasgou a raspadinha.

“É uma frustração. Depois da alegria, foi um balde de água fria”, contou ao Correio da Manhã.

Agora, sem o prémio na conta bancária, Ricardo Fernandes ficará com a raspadinha premiada para recordação (ainda que amarga recordação).

497Shares

Em destaque

Subir