Apresentações/Novidades

Corvette Stingray e McLaren P1 as outras vedetas de Genéve

KoeniseggAgeraS210O recente Salão Internacional do Automóvel de Genéve ainda dá que falar relativamente às novidades que revelou em termos de desportivos e super-desportivos. É que se pode muito bem dizer que o Corvette Stingray convertible e o McLaren P1 foram outras das vedetas do certame suíço.

Bonito e elegante, o novo Stingray descapotável tem tudo para fazer renascer o espírito dos seus antecessores, com toda a tecnologia e design inaugurados na variante coupé lançada há alguns meses.

A importância deste modelo tem a ver com o facto da sua produção se iniciar em Agosto e comercializado no mercado europeu no final do ano, algo que não sucedia há décadas com os seus antepassados.

corvettestingray

Equipado com um pujante motor V8 de 6,2 litros debitando 420 cv, o Corvette Stingray convertible está disponível com uma caixa manual de seis velocidades ou automática de sete, prometendo um excelente desempenho, apesar da sua natureza mais lúdica – uma aceleração de 0 a 100 km/h em menos de quatro segundos e uma velocidade máxim de 350 km/h.

Já o McLaren P1 é a apetecida ‘bomba’ que os admiradores da marca de Woking aguardavam. O seu design e configuração ‘hardtop’ propõe emoções fortes para bater o pé a ‘feras’ como o Bugatti Veyron SuperSport.

Aparentemente dir-se-ia que não está a olhar para um super-desportivo, mas – a apesar da expressão ser um lugar comum – as aparências iludem. A sua conceção em fibra de carbono, o apurado trabalho aerodinâmico realizado – com destaque para as entradas de ar dianteira – a ventilação do motor permitem uma utilização tanto estradista como de pista.

mclarenP1

Os menos de três segundos para ir de 0 a 100 km/h são fruto, quer do baixo peso do conjunto, quer, sobretudo, com o motor V8 3,8 litros biturbo de 737 cv, que é auxiliado por um propulsor elétrico de 179 cv. O mesmo é dizer uma potência global de 916 cv.

Um poderio que é gerido por uma caixa automática de dupla embraiagem de sete velocidades, que transmite toda a potência às rodas traseiras, contrariamente a outros rivais que recorrem à tração integral.

O sonho continua

Mas houve outros dois desportivos que em Genéve deixaram marcas, como o Koenisegg Agera S Hundra ou o Alfa Romeo 4 C, que merecem alguma atenção, em especial o coupé italiano, que será comercializado em outubro deste ano.

O pequeno construtor é conhecido pelo desenho agressivo dos seus desportivos e também pela limitada produção de cada modelo, que no caso do Agera S não ultrapassa a centena de unidades. A denominação Hundra tem mesmo a ver com esse número, pois trata-se do termo cem em sueco.

koeniseggageras

Este Koenisegg recorre a um motor 5 litros V8 biturbo, que debita uns impressionantes 1040 cv de potência, bem aproveitados, já que a carroçaria do Agera S Hundra é totalmente concebida em fibra de carbono com detalhes em ouro de 24 quilates para um dos cem exemplares. Este grande pormenor eleva exponencialmente o preço, que atingirá os 1,23 milhões de euros.

0Shares

Páginas: 1 2

Mais partilhadas da semana

Subir