Economia

Corrupção em Portugal vale o 33.º lugar no índice da Transparência Internacional

corrupcao 210corrupcao bigPortugal desceu um por cento no Índice de Percepção da Corrupção, medida pela organização Transparência Internacional, mas manteve o 33.º lugar que ocupou na lista de 2012. A nível europeu, o país melhorou uma posição.

Portugal perdeu um ponto, numa escala de zero (muita corrupção) a 100 (livre de corrupção), no Índice de Percepção da Corrupção, anualmente medido pela organização Transparência Internacional. O país manteve-se no 33.º lugar da lista, mas ao invés dos 63 pontos de 2012 alcançou 62 no ano em curso.

Estando ao nível de países como Porto Rico e São Vicente e Granadinas, Portugal conseguiu melhorar uma posição na análise à União Europeia. Depois do 15.º lugar em 2012, Portugal melhorou para 14.º e ficou melhor classificado do que, por exemplo, Polónia, Espanha, Itália, Grécia, assim como da maioria dos países de Leste.

A Dinamarca, com 91 pontos, é o país com menor índice de corrupção dentro da União (seguida de perto por Finlândia e Suécia, empatadas nos 89 pontos) e no conjunto da lista: iguais aos dinamarqueses só a Nova Zelândia. Na outra ponta da tabela estão três países com apenas oito pontos em cem: Somália, Afeganistão e Coreia do Norte.

Entre os 32 países da União Europeia e da Europa Ocidental, só 23 por cento ficou abaixo dos 50 pontos, refere o relatório da organização: no conjunto, foram mais de dois terços que não conseguiram atingir metade da pontuação. Isto num ano em que a lista incluiu mais um país, totalizando 177.

Em destaque

Subir