África

Confirmados dez mortos no leste da República Democrática Congo devido ao ébola

O novo surto de Ébola no leste da República Democrática do Congo (RDCongo) causou, até agora, dez vitímas mortais, disse hoje o Ministério da Saúde do país.

Segundo um novo relatório divulgado pelo Ministério da Saúde da RDCongo, citado pela agência de notícias France-Presse (AFP), as autoridades de saúde do país estão a investigar as causas das mortes de outras 27 pessoas para determinar se foram infetadas pelo vírus Ébola.

As autoridades relataram ainda outros 54 casos “suspeitos”.

O décimo surto do vírus Ébola na República Democrática do Congo foi declarado a 01 de agosto nas proximidades da cidade de Beni, no leste da República Democrática do Congo.

O relatório do Ministério da Saúde menciona que estava previsto iniciar, esta quarta-feira, a vacinação na zona afetada.

De acordo com a AFP, o responsável nacional dos cuidados médicos, Richard Kitenge, chegou à localidade de Goma (leste do país) para ajudar as autoridades de saúde locais a “aplicar um plano” no caso de o vírus Ébola atingir a cidade na fronteira com o Ruanda.

Uma unidade de isolamento transitória foi criada no hospital de Goma, refere o Ministério da Saúde.

Em julho, as autoridades declararam o fim do surto de Ébola que atingira o noroeste do país e que matou 33 pessoas.

Mais partilhadas da semana

Subir