Motores

Companheiro de equipa ‘estraga’ prova a Félix da Costa na Fórmula E em Marraquexe

António Félix da Costa viu-se privado da sua segunda vitória consecutiva na quinta temporada de Fórmula E devido a um acidente provocado pelo seu companheiro de equipa Alexander Sims.

Os dois pilotos da BMWi Andretti tinham tido um começo de corrida sensacional, ao conseguirem guindar-se às segunda e terceira posições após um acidente que envolveu o Campeão em título Jean-Eric Vergne na primeira curva do Circuito Mulay El Hassan.

Enquanto o francês da Techeetah ‘caiu’ na classificação, Félix da Costa e Sims lograram aproximar-se de Sam Bird, que arrancou da ‘pole position’ e ultrapassaram o britânico das Virgin.

Depois, com Bird a perder progressivamente terreno e a ser ultrapassado por Robin Frijns, Jerôme d’Ambrosio e Lucas di Grassi, e uma grande luta entre estes pilotos, os dois pilotos da BMW conseguiram destacar-se. Até que Alexander Sims resolveu ultrapassar António Félix da Costa, tocar no português e fazer com que este fosse direito ao muro.

Se o britânico pôde prosseguir em prova mais atrasado, a corrida de Félix da Costa ficou por ali, gorando-se assim a possibilidade de manter e ampliar a sua vantagem no campeonato.

“Hoje foi um dia em que tinha tudo para ser muito produtivo para a BMW, mas ambos quisemos muito ganhar e infelizmente isso acabou por não ser benéfico para nenhum de nós nem para a equipa”, admitiu o piloto de Cascais após o sucedido.

E António Félix da Costa acrescentou: “Há que aprender com o sucedido e saber que se queremos lutar pelo campeonato não podemos de forma alguma repetir o que se passou hoje. Estamos tristes pelo sucedido, mas com a certeza de estarmos competitivos, portante olhos postos na próxima corrida no Chile e continuar a trabalhar focado com a equipa”.

Este desentendimento fez com que D’Ambrosio e Frinjs ficassem a lutar pela vitória, que viria a sorrir ao belga da Mahindra, e o holandês da Virgin a ser segundo, e Bird a fechar o pódio. Face ao abandono de Félix da Costa, já que Vergne conseguiu recuperar até quinto, atrás de Sims, e com isso assumiu o comando do campeonato.

Classificação

1º Jerôme d’Ambrosio (Mahindra) 46m45,884s

2º Robin Frijns (Virgin) + 0,143s

3º Sam Bird (Virgin) + 0,461s

4º Alexander Sims (BMWi Andretti) + 0,470s

5º Jean-Eriv Vergne (DS Techeetah) + 1,232s

6º André Lotterer (DS Techeetah) + 1,457s

7º Lucas di Grassi (Audi Sport Abt) + 1,633s

8º Sebastien Buemi (Nissan eDams) + 2,455s

9º Mitch Evans (Jaguar) + 2,980s

10º Daniel Abt (Audi Sport Abt) + 4,014s

Mais partilhadas da semana

Subir