Economia

“Com unidade política, Portugal vai superar os desafios”, diz Olli Rehn

olli_rehnOlli Rehn, comissário europeu dos Assuntos Económicos, destacou os “grandes desafios” com que Portugal se depara, na aplicação do plano de ajustamento. “Portugal tem de mostrar unidade política. A Europa estará a seu lado”, afirmou Rehn, em Estrasburgo.

O comissário europeu Olli Rehn manifestou confiança no sucesso do plano de ajustamento econmico que o Governo português está a desenvolver e aconselhou a “unidade política”, para que o País aplique as medidas necessárias, na sua recuperação.

Segundo o comissário europeu dos Assuntos Económicos, Portugal soube estar à altura de “grandes desafios”, que não estão ultrapassados, mas que, “com resistência”, sê-lo-ão brevemente, na perspetiva de Olli Rehn.

“É importante que Portugal continue a demonstrar unidade política e resistência, para que consiga ultrapassar as dificuldades. Os portugueses podem ter a certeza de que a Europa está ao seu lado”, afirmou Rehn, que participou hoje numa sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estraburgo.

Nesta sessão, foi apresentado o primeiro relatório de um sistema que tem como finalidade prevenir desequilíbrios macroeconómicos. O mecanismo foi criado em dezembro e funciona num sistema de alerta aos Estados-membros da União Europeia.

E nesse sentido existem 12 países que necessitam de analisar o seu quadro macroeconómico com “maior detalhe”. Este primeiro relatório aponta Espanha, Itália, França, Reino Unido, Suécia, Dinamarca, Finlândia, Bélgica, Chipre, Eslovénia, Hungria e Bulgária como destinatários de um estudo detalhado.

Em destaque

Subir