Mundo

Com o drama dos refugiados, terá a Europa aberto a porta aos terroristas?

É um drama que assola a Europa, com imagens chocantes – como a do menino sírio – que tocam o consciente e o lado mais sensível das pessoas.

A Europa está a receber de braços abertos milhares de refugiados. Várias instituições e entidades mostram-se dispostas ajudar estas pessoas. Portugal não escapa a esta realidade.

No entanto, estes ‘braços abertos’ da Europa poderão estar também abertos à entrada de terroristas do Estado Islâmico.

Um canal de televisão búlgaro, a NOVA TV, citado pelo i, dá conta da detenção de cinco supostos refugiados que tentavam cruzar a fronteira entre a Bulgária e a Macedónia, na tentativa de escapar ao controlo policial na fronteira entrando por Gyueshevo, contando, para isso, com a ajuda de um cúmplice, conta a mesma fonte.

Os homens, com idades compreendidas entre os 20 e os 24 anos, tinham demasiados sinais que os ligavam aos terroristas do EI. Detidos por oficias búlgaros, os homens traziam nos seus telemóveis propagando do EI, entre ela, rezas jihadistas e vídeos de decapitações.

Apesar de ser um caso isolado, não deixa de lançar o alarme sobre a Europa. Em declarações ao ‘i’, fonte das secretas mantém a contenção sobre este tema.

“É prematuro falar sobre a situação num momento em que a operação tem um cariz humanitário. Nesta fase, não nos devemos pronunciar sobre as eventuais consequências da entrada de cidadãos estrangeiros em Portugal, sobretudo nas condições em que os refugiados (sírios, na maioria) deverão chegar”, afirmou José Manuel Anes.

A mesma fonte adiante a importância da troca de informação entre os estados europeus e acredita que os terroristas vão aproveitar esta onda para tentar entrar na Europa.

Em destaque

Subir