Desporto

CMTV fala em “descalabro portista na Alemanha”, clube reage com dureza

“Descalabro na seriedade do jornalismo. Descalabro final na credibilidade da CMTV, que não tem vergonha na forma ofensiva como classifica o FC Porto”, escreveu Francisco J. Marques, no Twitter.

O diretor de Comunicação do FC Porto recorreu às redes sociais para lamentar o modo como a estação televisiva classificou a derrota dos dragões, nesta quinta-feira, diante do Bayer Leverkusen, na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

A equipa portuguesa perdeu por 2-1, resultado reversível na segunda mão. Porém, a CMTV fala em “descalabro portista na Alemanha”.

Francisco J. Marques criticou o que apelida de “descalabro final na credibilidade” daquele canal.

“Descalabro na seriedade do jornalismo. Descalabro final na credibilidade da CMTV, que não tem vergonha na forma ofensiva como classifica o FC Porto”, escreveu, no Twitter.

Na primeira mão dos 16 avos de final, Alario (29 minutos) e Havertz (57), na conversão de uma grande penalidade, marcaram os dois golos dos alemães, em dois lances com intervenção do videoárbitro, antes do tento do colombiano Luiz Diáz (73), que manteve os dragões na luta.

O encontro ficou marcado por uma decisão controversa: Marchesín defendeu uma grande penalidade, mas o árbitro, por intervenção do VAR, mandou repetir, entendendo que o guarda-redes terá dado um passo à frente antes de defender o primeiro remate.

“A nossa equipa perdeu, num jogo em que a repetição do penálti parecia a lotaria a sair à casa”, lamentou o responsável do FC Porto.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir