Desporto

Clubes declaram 62,6 milhões em comissões, Benfica paga mais de um terço

Os clubes portugueses declararam 62,6 milhões de euros em comissões pagas a intermediários, com o tetracampeão Benfica a ser responsável por mais de um terço, segundo o relatório divulgado hoje pela Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

O atual líder da I Liga pagou 21,6 milhões de euros durante o período compreendido entre 1 de abril de 2017 e 31 de março de 2018, ainda assim um valor muito inferior ao do ano anterior, em que pagou mais de 30 milhões de euros, quase metade do total declarado.

O Sporting, terceiro classificado do campeonato, foi o segundo clube que mais dinheiro gastou em comissões relativas a transferências e renovações contratuais, no total de 14,7 milhões, mais do triplo do que tinha declarado entre 2016 e 2017.

O Sporting de Braga, que no ano anterior tinha despendido pouco mais de um milhão de euros, viu este tipo de despesa disparar para 8,8 milhões de euros, tornando-se o terceiro clube com maior valor declarado, ligeiramente à frente do FC Porto, segundo colocado na I Liga, com 8,6 milhões.

Longe dos valores pagos pelos quatro primeiros posicionados do campeonato, o Vitória de Guimarães ultrapassou, ainda assim, a barreira dos quatro milhões (4,1), seguindo-se o Estoril Praia (2,4 milhões de euros) e o Belenenses (1,3).

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir