Apresentações/Novidades

Citroën desvenda C5 Aircross vanguardista

A reconhecida assinatura estética, que o identifica com as mais recentes criações da marca, foi refinada no novo SUV topo de gama da Citroën; o C5 Aircross.

Muitos dos conceitos preconizados pela marca do ‘double chevron’ nestes últimos anos estão presentes neste ‘crossover’ de nova geração – fabricado na fábrica de Rennes-La Janais (França), que assenta, segundo a marca no programa ‘Advanced Comfort’.

O lema mais não é do que uma alusão aquilo que mais preza; o conforto a bordo e uma tecnologia de referência, que lhe permite ter também um comportamento condizente. Isso é válido tanto para as suspensões – com batente hidráulico progressivo, uma ideia patenteada – ou na modularidade a bordo, com três bancos individuais deslizantes, rebatíveis e reclináveis, bem como uma bagageira que é a melhor no seu segmento, oferecendo 580 litros de capacidade, aumentada até 720 litros com o rebatimento dos bancos posteriores.

O espaço a bordo é mesmo um dos fortes do C5 Aircross, graças a um comprimento de 4,50m. Mas a funcionalidade também o é, com as características para condução fora de estrada a serem reforçadas pela distância ao solo de 230 milímetros.

No interior nota-se uma grande preocupação com a imagem, associando-a ao conforto, através da adoção de materiais acolhedores, e a cores mais alegres, com sete atmosferas. Sendo que o C5 Aircross permite uma vasta personalização, garantindo 30 combinações, incluindo os três packs de cor e sete cores de carroçaria

A tecnologia de ponta está bem patente em vários domínios, nomeadamente nas de apoio à condução, com dispositivos como o de condução autónoma de nível 2, Highway Driver Assist ou ainda o Grip Control com Hill Assist Descent. Este último concebido para lidar com estrada em terra batida. Mas a conectividade a bordo não fica esquecida, com seis itens inovadores, incluindo o carregamento sem fios para smartphones. Do equipamento faz parte o cluster digital TFT de 12,3 polegadas, um tablet tátil de oito polegadas com ecrã capacitivo.

Sob o capot do C5 Aircross podem estar motores com características diferentes, a gasolina ou diesel de alto rendimento, com potências que vão desde os 130 cv aos 180 cv, servidos por transmissões convencionais de seis velocidades ou pela nova caixa automática EAT 8.

Este novo SUV da Citroën será o primeiro modelo da marca que terá uma versão Plug-in Hybrid PHEV, que deverá surgir no final de 2019.

 

Mais partilhadas da semana

Subir