Nas Notícias

Cinco desfiles de Carnaval cancelados devido ao mau tempo

Os desfiles de Carnaval de Sesimbra, Ovar, Estarreja e Funchal foram hoje cancelados devido às condições climatéricas previstas para a tarde, juntando-se ao cancelamento do desfile de Buarcos/Figueira da Foz.

“Devido às condições climatéricas previstas para a tarde de terça-feira, com chuva e vento forte, o Desfile de Carnaval de Sesimbra foi cancelado”, indica a Câmara Municipal do distrito de Setúbal, numa nota enviada à Lusa.

“As escolas de samba e grupos de axé voltam a sair à rua em julho, para mais um Carnaval de verão”, acrescenta a autarquia.

De acordo com o ‘site’ da Câmara Municipal de Sesimbra, estava previsto para as 14:00 de hoje um cortejo, com cerca de mil desfilantes, provenientes de seis escolas de samba e dois grupos de axé, com início na Praça da Califórnia e termo na Avenida dos Náufragos, num percurso com cerca de um quilómetro.

A Câmara de Ovar, distrito de Aveiro, também decidiu hoje cancelar o desfile de Carnaval previsto para esta tarde na Avenida Sá Carneiro, “atendendo às atuais e previsíveis condições atmosféricas”.

A informação relativa ao Grande Corso Carnavalesco de Ovar, realizado desde 1952, foi divulgada na página oficial da organização do Carnaval de Ovar na rede social Facebook.

A autarquia esclareceu ainda que vai reembolsar o valor pago pelos ingressos para assistir ao evento, sendo que hoje tal apenas acontecerá “para residentes no estrangeiro” e no edifício da autarquia, entre as 16:00 e as 19:00.

Os restantes portadores de bilhetes podem dirigir-se aos Paços do Concelho entre os dias 12 e 15 de março para serem reembolsados, ou enviar os ingressos por correio, solicitando a recuperação da verba.

De acordo com a página na Internet do Carnaval de Ovar, estava previsto para hoje o desfile de cerca de 2000 figurantes, de 14 grupos carnavalescos, seis grupos de passerelle e quatro escolas de samba.

Também o desfile do Carnaval de Estarreja foi cancelado.

“Devido ao mau tempo, não se realizará o Grande Corso desta terça-feira”, lê-se na página oficial de Facebook da organização do Carnaval de Estarreja, que se apresenta como “um dos maiores e mais antigos cortejos carnavalescos de Portugal”.

“Numa decisão que envolveu os 12 grupos de folia e escolas de samba, Câmara Municipal e Associação do Carnaval decidiram cancelar o desfile desta tarde atendendo ao previsível agravamento das condições meteorológicas”, explica a organização, acrescentando que quem comprou bilhetes poderá reaver o valor dos ingressos entre os dias 08 e 16 de março, presencialmente na Casa da Cultura, “no horário normal de expediente e aos sábados entre as 10:00 e as 13:00”.

O tradicional Cortejo Trapalhão, que assinala a terça-feira de Carnaval no Funchal, foi igualmente adiado para sábado, 09 de março, devido às previsões de mau tempo para a tarde de hoje, indicou a Secretaria Regional do Turismo e Cultura.

“Face às informações que têm vindo a ser disponibilizadas pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera na Madeira – nomeadamente no respeitante à previsão de aviso amarelo a partir das 18:00 horas, hora que coincide com a entrega de prémios do desfile – considera-se que, neste momento, não estão reunidas as condições necessárias à realização deste evento”, refere a secretaria regional em comunicado de imprensa.

As previsões apontam para uma grande instabilidade do tempo, com possibilidade de aguaceiros e ocorrência de vento forte durante a tarde, pelo que o Cortejo Trapalhão, que percorre as avenidas marginais do Funchal, fica adiado para 09 de março às 16:00 horas.

O desfile do Carnaval de Buarcos/Figueira da Foz previsto para hoje também foi adiado para domingo face às previsões de mau tempo, informou o município.

A Câmara Municipal da Figueira da Foz e a Associação de Carnaval de Buarcos e Figueira da Foz 2019 reuniram-se na segunda-feira e “decidiram adiar a realização do corso carnavalesco” previsto para hoje, “em virtude dos alertas emitidos pela Proteção Civil”, refere o município, numa mensagem na sua página de Facebook.

Na terça-feira, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) alertou para o agravamento das condições meteorológicas nas próximas 48 horas, com períodos de chuva e vento fortes, agitação marítima na costa ocidental e queda de neve acima dos 1.200/1.400 metros.

O arquipélago da Madeira encontra-se sobre aviso amarelo até às 06:00 de quarta-feira, particularmente na orla marítima, pelo que as autoridades recomendam que os proprietários ou armadores das embarcações tomem precauções para que estas permaneçam nos portos de abrigo.

35Shares

Mais partilhadas da semana

Subir