Fórmula 1

Chefe da Ferrari diz que Lewis Hamilton exagera na superioridade do SF90

Apesar de Lewis Hamilton acreditar que a diferença entre a Mercedes e a Ferrari talvez seja de meio segundo, Mattia Binotto, o responsável pela equipa de Maranello acha que o Campeão do Mundo exagera.

Os ‘mind games’ paracem estar na ordem do dia na Fórmula 1, conforme se aproxima o início da temporada, e concluídas as duas semanas de testes em Barcelona vários são os vaticínios que apontam para uma vantagem da Ferrari,

Binotto não deixou passar o comentário feito por Hamilton na quinta-feira sobre a tal diferença entre o Ferrari SF90 e o Mercedes W10 ser de meio segundo: “Após estes dias de rodagem concentramo-nos sempre em nós próprios, tentando compreender o nosso carro, os limites da performance e da fiabilidade. Estes dias são importantes para a preparação da época na sua integralidade”.

“Estou contente que Lewis Hamilton considere que nós somos os mais rápidos. Eu acho que eles são mais fortes e que a Mercedes o será na Austrália. Acredito que é um engano acreditar-se hoje que nós somos mais rápidos do que eles”, enfatiza o chefe da equipa Ferrari.

Mattia Binotto lembra que ninguém sabe o que as outras equipas fizeram em termos de peso dos monolugares ou o que cada um esteve a fazer durante os oito dias de ensaio na pista da Catalunha: “Nós podemos ter níveis de combustível diferentes. Nós temos programas diferentes. Não espero vê-los atrás de nós, ou então eles estarão muito próximos”.

Mais partilhadas da semana

Subir