Fórmula 1

Charles Leclerc promete uma Ferrari mais forte nas próximas corridas

Apesar de ter visto fugir uma vitória que parecia certa bem perto do final do Grande Prémio do Bahrain, Charles Leclerc garante que ele e a Ferrari surgirão mais fortes na próxima prova do ‘Mundial’ de F1.

Depois da corrida a equipa de Maranello descobriu que o problema que fez o monegasco diminuir o andamento nas últimas voltas esteve relacionado com o sistema de recuperação de energia (MGU-H), mas que a Ferrari vai tentar perceber para fazer com que não se repita no Grande Prémio da China.

O terceiro lugar conseguido em Sakhir, ainda por cima numa corrida que terminou atrás do ‘safety car’ – devido ao duplo abandono dos Renault de Nico Hulkenberg e Daniel Ricciardo – soube a pouco a Leclerc. Um pódio que noutras circunstâncias seria amplamente festejado por pelo Campeão de Fórmula 2 de 2017.

“Sinto um pouco de tristeza. Estivemos tão próximos de um objetivo que fixei desde criança. É assim, é a F1. Por vezes há problemas que sucedem. Queria mesmo assim agradecer a toda a equipa pelo grande trabalho que fez entre Melbourne e esta prova”, desabafou Charles Leclerc após a corrida.

Dando mostras de um grande profissionalismo, o jovem monegasco preferiu destacar o que o seu desempenho representou para a sua equipa: “Chegamos aqui com um carro com melhor performance do que na Austrália, muito mais próximo dos Mercedes. Fomos primeiro e segundo nas qualificações. Houve bastantes pontos positivos a retirar deste fim de semana. Tenho a certeza de que regressaremos muito mais fortes nas próximas corridas. Mas este pódio é difícil de apreciar”.

10Shares

Mais partilhadas da semana

Subir