Insólito

‘Cereal killer’: Britânico apanha rato morto numa tigela de cereais

homem cereaisUm londrino encontrou um rato morto, no interior da sua tigela de cereais, enquanto tomava o pequeno-almoço. Mark Hunter foi um verdadeiro caçador, no caso do ‘cereal killer’. A Kellogg’s vai investigar o caso.

Mark Hunter, de 44 anos, cumpria um hábito diário e comia a sua tigela de Krispies. Mas à segunda colher foi surpreendido com um rato morto, que o deixou com náuseas. O pequeno roedor jazia entre os cereais de que toda a família se servia.

“Fiquei horrorizado, porque já tinha um comido uma colher e estava prestes a ingerir a segunda. Até que vi algo negro a surgir no leite. Só depois de o pescar com uma colher é que percebi que se tratava de um rato”, conta Mark Hunter, ao Daily Mirror.

Entretanto, Mark apresentou uma queixa à empresa Kellogg’s, que ficou horrorizada com o facto, que apelida de “extremamente raro” prometendo “investigar imediatamente”.

Certo é que Hunter [caçador] transformou a expressão ‘serial killer’ [assassino em série] em ‘cereal killer’, num caso que tem o lado de insólito, mas que merece uma reflexão sobre a qualidade dos produtos que comemos.

Este não é caso único. Em 2009, uma mulher de Devon encontrou um rato morto no interior de um frasco de molho de caril. Um ano depois, a mesma empresa vendeu pão com uma parte de uma luva assada.

Já nos EUA, um casal da Florida encontrou um sapo numa lata de Pepsi. Já na Carolina do Norte, um homem descobriu um dedo cortado numa embalagem de mostarda…

Em destaque

Subir