Nas Notícias

Censos Sénior: GNR em operação para identificar idosos em isolamento

idosos em solidão

A Guarda Nacional Republicana vai levar a cabo, durante este mês de abril, a operação ‘Censos Sénior 2016’. A campanha tem o objetivo de identificar, em todo o território nacional, a população idosa que vive em condições de isolamento, com particular atenção nos portadores de deficiência.

Para além de atualizar o registo dos censos anteriores, acrescentando novas situações, a operação da GNR vai, pela primeira vez, fazer um levantamento das pessoas portadoras de deficiência, reportando os casos de potencial perigo às entidades competentes.

Em comunicado, a GNR salientou que vai também promover ações de sensibilização, durante abril, para que a população idosa “adote comportamentos de segurança que permitam reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes”.

Os militares vão ainda divulgar o programa ‘Residência Segura’, que permite recolher os elementos necessários para a elaboração do mapa da região, com a localização georreferenciada de todas as residências aderentes ao projeto.

Esta identificação geográfica tornará mais eficazes as ações de patrulhamento e a vigilância dos militares da GNR, tornando mais célere a resposta em casos de urgência.

No ano passado, o Censos sinalizou 39.216 idosos, dos quais 23.996 viviam sozinhos, 5205 viviam isolados, 3288 viviam sozinhos e isolados e 6727 encontravam-se em situação de vulnerabilidade fruto de limitações físicas e/ou psicológicas, mesmo não estando enquadrados nas situações anteriores.

Em destaque

Subir