Nas Notícias

Casas ilegais na Culatra passam hoje para a Polis

Recomeça hoje a demolição das casas ilegais na ilha da Culatra, na Ria Formosa, junto a Faro. Por lei, a Sociedade Polis Litoral Ria Formosa toma posse administrativa de 22 habitações.

Está agendada a demolição dos núcleos habitacionais de Hangares e Farol, situação considerada “injusta” e “infundada” pelas populações.

Para a Polis, trata-se de um processo fundamental no desenrolar da “renaturalização” das ilhas-barreira da Ria Formosa.

As expropriações podem, no entanto, não chegar a abranger todas essas casas, devido às providências cautelares interpostas pelos moradores.

De acordo com os números avançados pela Sociedade Polis, deverá ser realizava a tomada de posse administrativa de quatro casas no Farol e sete nos Hangares, uma vez que até ontem à tarde tinham dado entrada, no Tribunal Administrativo de Loulé, 11 providências cautelares.

“Há um ano foi-nos dito que iria haver mais diálogo com o Governo, mas isso não aconteceu”, lembrou Feliciano Júlio.

Citado pelo Jornal de Notícias, o presidente da Associação de Moradores do Núcleo do Farol acrescentou que só depois veio “a má notícia de que haveria mais demolições”.

Estando prevista forte contestação por parte dos moradores, como tem ocorrido nos últimos anos, a Polícia Marítima vai “garantir a segurança dos elementos da Polis” para “evitar que haja confrontos”.

2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir