Nas Notícias

Carrilho condenado por difamar advogado de Bárbara Guimarães

O Tribunal da Relação de Lisboa condenou Manuel Maria Carrilho por difamação, depois do ex-ministro ter sido absolvido em primeira instância.

A vítima foi Pedro Reis, advogado que representou Bárbara Guimarães, a ex-mulher de Carrilho, num caso ocorrido em 2015.

À data, Manuel Maria Carrilho chamou “escroque” ao advogado.

“A Bárbara meteu-se com um escroque”, afirmou então o professor universitário.

Depois de Carrilho ter sido absolvido em primeira instância, Pedro Reis recorreu para a Relação, que agora lhe deu razão, segundo avançou o Correio da Manhã.

Manuel Maria Carrilho terá agora de pagar uma indemnização ao antigo advogado da ex-mulher.

0Shares

Em destaque

Subir