Motores

Carlos Gonçalves sem sorte em Mesão Frio

Carlos Gonçalves e Afonso Gonçalves não foram felizes no Rali Município de Mesão Frio, prova do Campeonato Norte de Ralis que se disputou no passado fim de semana.

A dupla do Peugeot 106 do Team MMA não evitou uma saída de estrada na sexta especial do rali organizado pelo Clube Automóvel da Régua, que acabou por colocar a equipa fora de prova.

“Correu mal, pois acabamos por bater na sexta classificativa. Numa curva mais a menos a meio do troço alguém molhou a curva toda, e ao chegar lá, numa altura em que já estávamos a recuperar, acabei por perder a aderência, e fui bater contra um muro”, contou Carlos Gonçalves.

O piloto foi obrigado a abandonar, pois junto ao muro “estava um sinal, cuja base era um pneu  preenchido  com cimento, e depois de ter batido de raspão com  o muro, com danos pequenos, a roda acabou por bater nesta base, e com isso recuou um pouco”.

“De regresso à classificativa a mesma tocava a carroçaria, e acabei por optar pela desistência, pois era capaz de provocar danos mais sérios no carro para chegar ao final de troço, por isso a opção foi desistir, isso confesso com muita pena minha, pois já estava na luta pelas posições da frente do grupo  X 1-9. São  daquelas situações que não podemos prever, vamos agora substituir  as peças danificadas, para ter o carro pronto para a próxima prova”, lamentou ainda Carlos Gonçalves.

Mais partilhadas da semana

Subir