Nas Notícias

Carlos Alexandre mandou arrestar casa de Sócrates em Paris

A casa em que José Sócrates vivia em Paris, que alegadamente pertence a Carlos Santos Silva, também foi arrestada. O imóvel encontra-se entre os bens listados para arresto por despacho do ‘superjuiz’ Carlos Alexandre.

A notícia é hoje avançada por vários jornais, como o Observador e o Correio da Manhã, que citam um despacho do Tribunal Central de Instrução Criminal de 28 de setembro e depositado na Conservatória do Registo Predial de Lisboa.

Para além das quatro propriedades que pertencem à “esfera patrimonial” de José Sócrates, no entender do Ministério Público, também a famosa casa de Paris será do ex-primeiro-ministro e não do amigo, mesmo estando no nome de Carlos Santos Silva.

Este é o designado proprietário de quatro das cinco propriedades alvo de arresto: a outra está em nome de Sofia Fava, a ex-mulher de José Sócrates.

O “caso da aquisição de um imóvel em Paris”consta no citado despacho como uma das operações que “visaram (…) proporcionar uma utilização e acréscimo patrimonial na esfera do arguido José Sócrates”.

Quanto aos três imóveis que Carlos Santos Silva adquiriu à mãe de José Sócrates, serviam como “justificativo para a colocação de fundos na conta bancária de Maria Adelaide Monteiro, titular dos imóveis vendidos, mãe do arguido José Sócrates, de onde o mesmo os fez transferir para a sua conta bancária”, segundo o Ministério Público.

Ainda antes de ser conhecido o arresto da casa de Paris já José Sócrates tinha negado ser o proprietário dos bens arrestados.

66Shares

Mais partilhadas da semana

Subir