Nas Notícias

Carlos Abreu Amorim demite-se em divergência com Rui Rio

O deputado social-democrata anuncia que vai demitir-se do cargo de vice-presidente da bancada parlamentar do PSD. Em declarações ao jornal i, Carlos Abreu Amorim diz que não se revê na estratégia de Rui Rio.

“Não estou disponível para fazer parte da direção. Há um certo cansaço da minha parte em relação a esta tarefa de orientação política dos deputados e não me revejo na estratégia de Rui Rio”, afirma o parlamentar, ao jornal i.

Carlos Abreu Amorim garante ainda que não assumirá qualquer cargo no partido, a menos que Rui Rio “faça uma viragem estratégica”.

Já em declarações à TSF, justifica a sua saída de cena: “Não me parece que seja coerente com a minha própria consciência estar em desacordo com a estratégia que está presente na moção de estratégia global de Rui Rio, discordar dos vetores fundamentais dessa estratégia e estar a dar orientação política aos deputados”.

O deputado foi eleito em 2011, na vitória do PSD (liderado por Pedro Passos Coelho) nas eleições Legislativas.

Nas últimas eleições diretas que colocaram em confronto Rui Rio e Pedro Santana Lopes, o deputado apoiou o ex-provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

72Shares

Mais partilhadas da semana

Subir