Motores

Campeonato Portugal de Montanha com retorno superior a cinco milhões de euros

A ‘família’ do Campeonato de Portugal de Montanha JC Group encerrou o ciclo de 2019 com uma Gala de entrega de prémios e também com a celebração de um retorno recorde.

É que segundo o estudo da Cision sobre o impacto mediático da competição revelou um retorno de 5.100.168,00 euros.

Foto: FOTO GTi/Armindo Cerqueira

O relatório de AAV (Automatic Advertising Value) assinado pela Cision permite quantificar, em valores monetários, a cobertura mediática na Imprensa, Televisão, Rádio e Internet, num determinado período de tempo. O AAV (Automatic Advertising Value) é valor correspondente ao que seria gasto em publicidade no espaço/tempo consagrado – no caso uma época – às notícias sobre o campeonato.

Foram registadas 3244 notícias, distribuídas por cerca de 1600 meios de imprensa, 15 canais de televisão (RTP 1, RTP 2, SIC, TVI, SIC Notícias, RTP Informação, TVI 24, Sport TV 1, Sport TV 2, Sport TV 3, Sport TV 4, Porto Canal, RTP Madeira, RTP Açores e ETV), 5 estações de rádio (Antena 1, Comercial, Renascença, TSF e Golo FM), bem como cerca de 600 sites.

Os dados apresentados revelam um aumento significativo do retorno alcançado, quando comparado com a época de 2018, mantendo assim o crescimento sustentado que o campeonato ostenta nos últimos anos. Aliás, para sustentar essa tese, basta analisar os números.

Em 2016, o CPM JC Group registou um retorno de 2.487.844€, através de 2008 noticias. Em 2017, o valor subiu para 2.695.067€, com 2157 noticias, correspondente a um aumento de cerca de 11%. Em 2018, os números foram avassaladores: 4.177.019€, através de 2440 noticias, correspondendo assim a um incremento de cerca de 65%, em comparação com a época anterior.

Agora, analisada a época de 2019, os números revelam que o crescimento do impacto continua sólido: 5.100.168€, provenientes do valor atribuído a 3244 noticias. Isto corresponde a um aumento de cerca de 22% em relação a 2018, número muito significativo, pois a base de comparação apresentava já um retorno muito alto.

Para Joaquim Teixeira, presidente da APPAM – Associação Portuguesa dos Pilotos de Automóveis de Montanha, entidade que integra o Promotor do Campeonato, conjunta mente com os clubes organizadores, os resultados traduzem “o grande trabalho que tem sido feito por todos, desde as entidades que fazem parte do promotor, às autarquias, aos pilotos, clubes de fãs e, claro, a comunicação social, permitindo assim que o campeonato venha a crescer de fora sustentada e que, seja hoje um caso de sucesso quanto à popularidade, proporcionando assim um bom retorno aos patrocinadores e a todos os protagonistas”.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir