Nas Notícias

Calor leva DGS a emitir aviso à população

As previsões de temperaturas elevadas, durante esta semana, devem levar a população – em particular doentes crónicos, idosos, grávidas e crianças, os grupos mais vulneráveis – a adotar medidas preventivas.

Durante os próximos dias as temperaturas vão permanecer muito elevadas, com noites tropicais e mínimas a rondar os 20 graus centígrados.

E em virtude desse quadro meteorológico, a Direção-Geral da Saúde, através de Graça Freitas, fez um apelo, no sentido de se adotarem medidas preventivas.

Durante a conferência de imprensa de apresentação do boletim epidemiológico, nesta segunda-feira, a diretora-geral da Saúde alertou para uma “maior morbilidade e eventualmente maior mortalidade” em resultado do estado do tempo.

Graça Freitas recomendou o consumo de água ou sumos de fruta e sem açúcar, o uso de roupas largas, uso de chapéu e óculos de sol.

Relativamente à alimentação, aconselham-se pratos frios, preferencialmente leves e várias vezes ao dia.

Devem procurar-se ambientes frescos, uma vez que as defesas do corpo para cenários de temperaturas elevadas podem não ser suficientes.

Não é recomendável a exposição ao sol em horários de maior calor, sendo que em casos de emergência os cidadãos devem recorrer às linhas 808 24 24 24, do SNS24, ou ao 112.

As temperaturas devem subir aos 40 graus nos próximos dias em diversos distritos do interior. O IPMA emitiu um aviso amarelo até 17 de julho.

0Shares

Em destaque

Subir