Mundo

Caçadora mostra animais mortos e gera revolta nas redes sociais

Tess Thompson Tally é uma caçadora norte-americana que tem gerado polémica nas redes sociais, onde vai partilhando fotos de animais que vai matando, alguns deles pertencentes as espécies raras.

Recentemente, a norte-americana matou uma girafa na África da Sul e posou para a fotografia onde aparece o animal já se vida e a caçadora sorridente com a arma usada para abater a girafa.

Numa publicação, entretanto apagada, Tess Thompson Tally referia-se a uma “caçada de sonho” que se tinha tonado “realidade”.

“Avistei esta girafa negra rara e persegui-a durante bastante tempo. Sabia que era esta. Tinha mais de 18 anos de idade, 1814 quilogramas e consegui obter 907 quilogramas de carne dela”, explicava a caçadora.

Em declarações à FOX News, Tess Thompson Tally já se justificou da mais recente controversa.

“A girafa que eu cacei era da subespécie sul-africana da girafa”, começou por dizer, salientando que “o número dessa subespécie está a aumentar devido, em parte, aos caçadores e aos esforços de conservação”.

A caçadora explicou ainda que não se trata de uma raça rara”.

“A girafa é que é velha. Elas acabam por ficar mais escuras com a idade”, revelou a caçadora, em entrevista à FOX News.

A verdade é que os registos partilhados pela caçadora natural do Kentucky, nos EUA, têm causado polémica e controversa.

Algumas fotos que a caçadora tem partilhado:

 

Mais partilhadas da semana

Subir