Nas Notícias

Bruxelas revê em baixa previsão económica europeia devido a “clima de incerteza”

A Comissão Europeia agravou hoje a revisão em baixa do ritmo de crescimento económico europeu este ano e que se acentuará nos próximos dois anos, nomeadamente devido ao clima de incerteza no comércio internacional e preços do petróleo.

Segundo as Previsões Económicas de Outono, hoje divulgadas, depois de, em 2017, a zona euro ter registado um máximo de dez anos (2,4 por cento), a economia dos países da moeda única deverá abrandar para os 2,1 por cento do Produto Interno Bruto (PIB), tendência que se prevê que se acentue em 2019 (1,9 por cento) e 2020 (1,7 por cento).

Na União Europeia (UE), Bruxelas prevê que se repita o padrão da zona euro, com uma quebra dos 2,4 por cento de crescimento económico em 2017 para 2,2 por cento este ano, 2,0 por cento em 2019 e 1,9 por cento em 2020.

Mais partilhadas da semana

Subir