Desporto

Bruno de Carvalho “será sempre um mentiroso compulsivo”, afirma Varandas

Frederico Varandas reagiu ao ressurgimento de Bruno de Carvalho, que lançou um livro sobre o tempo em que presidiu ao Sporting. “Um mentiroso compulsivo será sempre um mentiroso compulsivo”, afirmou o atual líder dos leões.

O presidente do Sporting tinha chamado os jornalistas para dar conhecer os resultados da auditoria, mostrando que o clube gastou menos dinheiro em todas as sociedades de advogados que naquela onde o sogro de Bruno de Carvalho era associado, e aproveitou para responder ao presidente destituído.

“Um mentiroso compulsivo será sempre um mentiroso compulsivo. O senhor Bruno de Carvalho já obrigou duas vezes os sócios a saírem de casa e a dizerem que o lugar dele é longe do Sporting. A acusação é ridícula. Sou sócio do Sporting desde que nasci, aos 10 anos o meu avô voltou a fazer-me sócio. Em 2016 aproveitei essa campanha [referida no livro de Bruno de Carvalho] e paguei um ano de quotas para ter 38 anos de sócio”, explicou.

O presidente do Sporting mostrou-se ainda “estupefacto” com a contratação do sogro de Bruno de Carvalho, mostrando-se surpreendido por o clube ter gasto mais naquela empresa que “em 16 anos em todas as sociedades de advogados”.

E avançou com dados da auditoria. “MGRA: empresa que em 2018 contratou o sogro de Bruno de Carvalho para associado. 1,7 milhões de euros em três anos. O Sporting gastou, com uma só empresa, mais de 50% do que gastou com todas as outras de advocacia em 16 anos. O nosso departamento jurídico não tem visibilidade sobre o trabalho que foi feito por eles. Segundo a descrição das faturas, o Sporting pagou 1,7 milhões por trabalhos como: assuntos da presidência, agenda reunião Sporting, preparação de reunião, vários contactos com Bruno de Carvalho, ponto de situação, correspondência com o presidente, contactos com o presidente, aconselhamento ao presidente”.

Relativamente ao plano desportivo, Frederico Varandas sublinhou que confia em Marcel Keizer e que acredita que o holandês vai alinhar com quem lhe der garantias, seja ou não atleta da formação.

“Quando se vai ao mercado de janeiro, compra-se um jogador feito. Na formação não se compra, forma-se. Não tenho dúvida que o treinador vai jogar com quem tiver qualidade e o futuro do Sporting tem de ser com a base da equipa com a formação, mas para isso temos de ter qualidade”, reforçou.

Por isso, defende Varandas, o Sporting vai “apostar forte” na Academia: “Tenho um sonho e vai ser realizado: em 2022 faz 20 anos e garanto que não haverá nenhuma academia melhor do que a do Sporting”, concluiu.

Mais partilhadas da semana

Subir